Dicas de Cusco: a porta de entrada da cidade perdida dos Incas

  • 30 de setembro de 2016
Dicas de Cusco: a porta de entrada da cidade perdida dos Incas


Cusco é a porta de entrada de várias pessoas que querem conhecer a região de Machu Picchu, uma das atrações mais cobiçadas do mundo. A cidade de Cusco é imensa e possui quase um milhão de habitantes, contudo, o centro histórico da cidade é relativamente pequeno, com boas atrações turísticas, bastante história, vários sítios arqueológicos nos arredores, ruelas cheias de charme, lojinhas de artesanato e ótimos restaurantes.
 
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , IcaCusco e Machu Picchu.
 
 
 
 
Idioma oficial é o espanhol, mas 80% da população fala a língua originária que é o Quéchua. 
 
 
Mal da altitude:
 
 
Cusco se encontra a 3400 metros acima do nível do mar e Machu Picchu a 2400 metros. Quando maior é a altitude mais rarefeito fica ar, fazendo com que muitas pessoas passem mal e tenham a famosa soroche.
 
 
 
São sintomas da soroche: enjoos, náusea, dor de cabeça, tontura e falta de ar. Muitas pessoas relatam que passam mal quando chegam em Cusco e eu senti na pele esse efeito! 
 
 
Como amenizar? Tomando chá da folha de coca e mascando a folha da coca. É importante no primeiro dia em Cusco fazer caminhadas leves, com pouco esforço e ter uma alimentação leve! Além disso, recomendamos ficar duas ou três horas no hotel descansando para melhor aclimatação com a altitude.
 
 


Esse artigo foi lido 6744 vezes!

Sobre o Autor

Márcio Aguiar Valença

Um médico que é apaixonado por viagens.

Veja Também