Nossa experiência no Hotel Viña Queirolo

  • 30 de setembro de 2016
Nossa experiência no Hotel Viña Queirolo


Neste post vamos contar nossa experiência de ter ficando no primeiro hotel vinícola do Peru. 
 
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , Ica , Cusco e Machu Picchu.
 
 
 
O Peru é bastante conhecido pelos brasileiros, contudo, 90% das pessoas que vão ao país somente colocam no roteiro a capital Lima e a cidade de Cusco por conta da divulgação ampla dessas duas cidades. 
 
 
Depois de muita pesquisa descobrimos que o Peru é muito mais do essas duas cidades. Existem destinos incríveis tanto ao norte do país (Laguna 69) como ao sul com as cidades de Ica e Paracas.
 
 
A cidade de Ica fica a 4 horas e 20 minutos da capital peruana. Optamos em ir para região de ônibus, pois o trânsito caótico do país nos desestimulou a alugar um carro. Compramos nossas passagens pela empresa Cruz del Sur por 65 soles cada trecho por pessoa e seguimos até Ica. Escolhemos inicialmente passar dois dias na Laguna de Huacachina fazendo os passeios das Islas Ballestas, Reserva de Paracas e Tubulares. Em seguida fomos passar uma diária na Viña Queirolo.
 
 
 
 
Fizemos nossa reserva no Brasil através do booking e o pagamento via cartão de crédito. Escolhemos uma suíte intermediária com varanda e custou 489 soles, mais ou menos 550 reais.
 
 
 
 
O hotel Viña Queirolo fica localizado a 20 minutos de Ica! Pegamos um táxi e gastamos 20 soles. Chegamos por volta das 10:30 horas e deixamos nossas malas na recepção, pois o check In somente ocorre a partir das 15 horas. Passeamos pela propriedade e tomamos nossos welcome drink. 
 
 
 
 
O local realmente é lindo, muito bem decorado, com uma vista de tirar o fôlego com a cordilheira dos Andes ao fundo! 
 
 
 
 
Sentamos no bar da piscina e tomamos uma limonada e um drink à base de pisco. Ambos estavam ótimos. Por volta das 12:30 o nosso quarto ficou pronto e fomos encaminhados gentilmente antes do horário.
 
 
O quarto é imenso, com ótima cama, banheiro com duas pias e todas as comodidades necessárias para o hóspede se sentir confortável.
 
 
 
 
Além disso, nosso quarto possuía uma grande varanda com sofá, mesa baixa e poltrona.
 
 
 
Almoçamos no restaurante do hotel. O cardápio é bem variado, e possui opções de carnes, massas, frutos do mar, aliado a uma ótima e barata carta de vinhos. Os pratos variam entre 30 a 50 soles e os vinhos de 15 a 150 soles, preços bem abaixo dos praticados em Lima onde se cobra no mínimo 80 soles por uma garrafa. 
 
 
Após o almoço descansamos um pouco e fomos curtir a programação do hotel. Diariamente o hotel oferece a seguinte programação: Tour com sommelier pelos vinhedos, degustação de vinhos e pôr do sol no mirante da propriedade com degustação de espumantes. 
 
 
O tour pela vinícola foi realizado pela sommelier Fiorela, pessoa bastante agradável  e bastante preparada. O passeio tem duração média de 30 minutos e lá tivemos uma verdadeira aula sobre as uvas que são produzidas no local!
 
 
 
A sommelier também nos foi explicou sobre as linhas que são produzidas pela vinícola. Uma é chamada Intipalka e a outra Santiago Queirolo.
 
 
A região da propriedade fica em Intipalka que em quéchua significa Valle del Sol. Após o tour fomos para uma sala agradável fazer a degustação de vinhos! Lá foram realizadas  as degustação de 3 vinhos: um Rosé Syra, outro branco Moscatel de Alejandria e por fim um tinto Malbec. Somente gostamos do Rosé e do Malbec! O Moscatel achamos muito doce para nosso paladar.  
 
 
 
Para fechar com chave de ouro o passeio fomos na van do hotel para o alto da propriedade. O mirante fica a 10 minutos da sede do hotel e lá fizemos a degustação de dois espumantes que são produzidos na propriedade e ficamos observado o lindo por do sol do Vale do sol. Uma cena que sem dúvida nunca sairá de nossas memórias.
 
 
 
Depois voltamos para o Hotel e fomos para a loja do hotel e compramos 4 garrafas de vinho! Os hóspedes tem 15% de desconto. Compramos dois tintos, um branco e um rosé.
 
 
Como ainda estava cedo decidimos degustar uma garrafa de Rosé Intipalka antes do jantar. Para acompanhar o vinho pedimos um Polvo com molho de azeitonas e ficamos na varanda do nosso quarto. 
 
 
Para finalizar o dia jantamos no restante do hotel e pedimos um filé alto com risoto de parmesão e um linguine de frutos do mar e de sobremesa a famosa sobremesa tres leches! Tudo estava perfeito. 
 
 
No dia seguinte acordamos cedo, tomamos nosso café da manhã com vista para a vinícola e fizemos o check out.
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , Ica , Cusco e Machu Picchu.
 
Enfim, valeu muito a pena ter conhecido esse lindo hotel vinícola. A estrutura é excelente, os vinhos de ótima qualidade, gastronomia diferenciada e atendimento nota 10. Tudo isso com um ótimo custo x benefício.
 
 
QUER CONHECER O HOTEL E SUAS TARIFAS? CLIQUE AQUI E FAÇA SUA RESERVA


Esse artigo foi lido 4606 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 55 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo

Veja Também