Dicas de turismo na Ilha da Madeira

  • 23 de janeiro de 2020
Dicas de turismo na Ilha da Madeira


Uma ilha que parece ter saído de um conto de fadas, com uma natureza espetacular, população acolhedora e culinária deliciosa, a Ilha da Madeira é um destino que tem de estar na sua lista de lugares a visitar em 2020. Faz parte do território português, mas a sua proximidade com o continente africano faz com que a ilha se encontre num clima subtropical, ideal não somente para o turismo ecológico, mas também para a produção de vinhos mundialmente famosos. Então, o que espera para alugar uma casa para passar suas próximas férias de verão na ilha da Madeira? Veja a lista que apresentamos em seguida que irá, sem dúvida, convencê-lo a fazer as suas malas!

 

Paisagens deslumbrantes:

 

Grande parte da natureza na ilha da Madeira consiste em vegetação subtropical intocada, com penhascos à beira mar, picos com vistas espetaculares, e caminhos pedestres que o irão levar às lindas cachoeiras. Resista à tentação de lá ir para tirar fotos para colocar no seu Instagram, caso contrário passará o dia agarrado ao telemóvel e perderá oportunidades para desfrutar tudo o que a ilha tem para oferecer, como sentir a brisa do mar no topo do Skywalk a 580m de altura no Cabo do Girão, ou observar e refletir enquanto realiza a Caminhada de Levada com as suas estonteantes cachoeiras.

 

Para uma vista panorâmica da ilha, faça o percurso pedestre até ao Curral das Freiras. Se preferir um passeio mais cinematográfico, observe o pôr do sol da Ponta de São Lourenço ou do Pico do Ruivo, e não se esqueça de fazer uma paragem em Porto Moniz para nadar nas piscinas vulcânicas naturais. 

 

Vinhos famosos mundialmente

 

Se é amante de vinhos, já deve ter experimentado algum vinho originário da Ilha da Madeira. Com o clima subtropical e um terreno pouco explorado, a ilha releva-se uma ótima localização para a cultura de diversas uvas para a produção de esplêndidos vinhos. Mas o segredo não está somente na natureza da ilha, mas também numa técnica centenária.

 

É na Ilha da Madeira que se encontram os únicos vinhos do mundo feitos num forno (uma forma de imitar o aquecimento acidental que os barris sofriam durante o transporte do vinho para a região dos trópicos). Esse aquecimento modificava o sabor de tal forma que os compradores adoravam e achavam original, portanto essa técnica foi mantida, e, para além de manter o vinho em fornos (uma técnica chamada estufagem), depois passa pelo mesmo processo que o vinho do porto (com o acréscimo de Brandy antes do final da fermentação). Não deixe de fazer uma degustação enquanto por lá estiver!

 

belos e coloridos Jardins botânicos

 

Além da natureza selvagem, os portugueses resolveram também criar obras de arte e aproveitar o clima muito favorável para a estruturação de enormes jardins botânicos. À primeira vista pode parecer uma perda de tempo, mas garanto que valerá muito a pena passar pelo menos 1 ou 2 horas nesses jardins que foram criados e plantados de forma meticulosa e estética de forma a impressionar qualquer amante das artes.

 

O mais famoso é o Jardim Botânico da Madeira, que contém milhares de plantas exóticas organizadas em seis áreas diferentes espalhadas pelos jardins e um museu de história natural. Não deixe de visitar também o Jardim Tropical do Palácio do Monte, repleto de plantas medicinais, canteiros de ervas, catos, plantas nativas da Europa e da África, lindas azaleias, pequenos lagos e cachoeiras artificiais. Também vale a pena uma paragem nos Jardins de Palheiros, os quais têm vindo a ser cuidados desde 1885 (propriedade da rica família Blandy), possuindo uma enorme variedade de flores como rosas, ciprestes, hibiscos, buganvílias, e a mais famosa coleção de camélias da ilha.

 

Mergulhos em Águas cristalinas

 

Por último, todo este turismo ecológico não para por aqui. As praias em redor da ilha também foram abençoadas com águas cristalinas, sendo um destino muito procurado por mergulhadores e também pelos amantes de snorkeling. Caso mergulhar seja do seu interesse, escolha os meses de agosto e setembro (quando as águas estão mais quentes), e procure por excursões até às ilhas selvagens nos arredores da ilha da Madeira, pois aí encontrará não apenas peixes coloridos, mas também focas exóticas, tartarugas e golfinhos.



Esse artigo foi lido 92 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 55 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo

Veja Também