Ko Yao Noi: uma joia pouco explorada na Tailândia

  • 10 de julho de 2020
Ko Yao Noi: uma joia pouco explorada na Tailândia


Por @nosdoisnomundo

Descobrimos o 9 Hornbills Hotel navegando pelo Instagram enquanto buscávamos uma inspiração para nossa próxima viagem. Nos deparamos com um cenário de cair o queixo e uma proposta de hospedagem diferente de tudo que tínhamos pesquisado até então para a Tailândia.

O hotel fica na ilha de Ko Yao Noi, que até então era desconhecida pela gente. Não estava no nosso roteiro, até constatarmos que havia ali algo imperdível.

Nossa piscina do quarto no 9 Hornbills
Nossa piscina do quarto no 9 Hornbills

COMO CHEGAR


Os aeroportos mais próximos da ilha de Ko Yao Noi são Phuket (HKT) e Krabi (KBV). O hotel organiza os transfers necessários. Vejam todas as informações detalhadas e informações sobre os trajetos e duração aqui.

Nós estávamos no Rayavadee hotel, na praia de Railay Beach. Se fôssemos pegar um transfer convencional, isso iria nos fazer perder praticamente o dia inteiro e seria uma baita logística (uma combinação de carro, barco, ferry, longtail...).

Por isso, optamos por reservar um transfer privativo entre os hoteis. Organizamos tudo com a @voatur (10.000 baths). Uma lancha rápida nos pegou na praia do Rayavadee e nos deixou na praia do 9 Hornbills, um trajeto que durou pouco mais de 40 minutos passando por paisagens lindas.

Praia do nosso hotel
Praia do nosso hotel

Já na chegada tivemos uma recepção calorosa. Descobrimos que, na verdade, são dois hoteis do mesmo grupo: um deles, o Koyao Island Resort- voltado para famílias - e o 9 Hornbills, voltado somente para adultos.

Instalações do Koyao Island Resort
Instalações do Koyao Island Resort
Look @ostrabrasil
Look @ostrabrasil

O primeiro é o que fica à beira-mar, com chalés maravilhosos espalhados pelo jardim, praticamente pé na areia. É ali que tem também um restaurante que serve café da manhã e as outras refeições, além de um lindo spa.

Restaurante do Koyao
Restaurante do Koyao

Do Koyao partem todos os passeios de barco e onde são realizados os esportes aquáticos (SUP, canoa, windsurf, etc.). Ele é a base para o 9 Hornbills, que fica no alto de um morro, por onde se distribuem as icônicas tendas estilo safari que configuram as acomodações do hotel. Cada uma delas tem sua piscina privativa.

Detalhes do quarto
Detalhes do quarto
Vista da banehira no nosso quarto
Vista da banehira no nosso quarto
Lindo, charmoso e aconchegante
Lindo, charmoso e aconchegante

Para transitar entre um hotel e outro, são disponibilizados carrinhos de golf. Basta ligar na recepção que em poucos minutos um funcionário do hotel (geralmente seu mordomo) aparece para fazer o transporte. Todos os hóspedes do 9 Hornbills podem usar as instalações comuns do Koyao, e vice-versa.

Nossa tenda
Nossa tenda

Chegamos ao hotel já no final da tarde. Trocamos de roupa e já fomos jantar. Nos surpreendemos com a gastronomia local. Até aqui, tinha sido o lugar que melhor tínhamos comido na Tailândia!

Restaurante do Koyao à noite
Restaurante do Koyao à noite

Voltamos para nossa tenda, onde aproveitamos a noite degustando vinhos sob a luz das estrelas, na nossa varanda e piscina.

Acordamos de madrugrada, a tempo de ver o sol nascer e tomar um café da manhã com calma, antes do nosso passeio de barco.

Nascer do sol visto da nossa tenda (usando @pitusa)
Nascer do sol visto da nossa tenda (usando @pitusa)

Nos deparamos com o amanhecer mais lindo que já vimos em nossas vidas. Foi realmente mágico ver o sol nascendo por entre os paredões que formam pequenas ilhotas da Phang Nga Bay no meio do mar.

Logo após terminarmos nosso café no Koyao, nosso barqueiro nos esperava em um long tail boat suuuper confortável, diferente dos tradicionais que vimos por todo os lados. Além de ser bem novinho, tinha um assento estofado na proa, onde podíamos ir relaxados olhando a paisagem. Tudo foi organizado pelo próprio hotel.

Passeio organizado pelo 9 Hornbills
Passeio organizado pelo 9 Hornbills

Além disso, o melhor era que nosso guia falava um inglês fluente e era bastante simpático.

Detalhes do nosso long tail - o mais confortável que vimos na Tailândia (biquini @ostrabrasil)
Detalhes do nosso long tail - o mais confortável que vimos na Tailândia (biquini @ostrabrasil)

Fizemos uma primeira parada na Hong Island Lagoon. Embora o sol ainda não estivesse batendo na lagoa por estar muito cedo, naquele dia era o melhor horário para visita-la por conta da maré. Quando ela seca muito, os barcos não tem passagem. Por isso, é importante sempre checar com os guias locais antes de definir exatamente o roteiro. Chegamos lá em quinze minutinhos desde o hotel.

A entrada para a Hong Island Lagoon
A entrada para a Hong Island Lagoon
Maré secando na Hong Island
Maré secando na Hong Island

De lá, fomos conhecer a Hong Island Beach, uma das mais famosas da Tailândia. Por estar localizada dentro de um Parque Nacional, é preciso pagar uma taxa na entrada, mas tudo já estava incluído no nosso passeio fechado diretamente com o hotel. Então, quem resolveu toda nossa entrada foi o barqueiro. Por isso, se você for fechar algo por fora, é importante levar cash (300 baths por pessoa).

Foto clássica da Tailândia em frente a um long tail boat
Foto clássica da Tailândia em frente a um long tail boat

Demos uma super sorte de encontrar aquela paisagem praticamente vazia. Na primeira meia hora, só havia nós no paraíso, e pudemos explorar tudo sem pressa.

A Hong Island Beach só pra gente
A Hong Island Beach só pra gente
Estávamos sem acreditar por estarmos a sós naquele local...
Estávamos sem acreditar por estarmos a sós naquele local...
...até que apareceu um sujeito ali atrás e acabou com a nossa graça. rs
...até que apareceu um sujeito ali atrás e acabou com a nossa graça. rs

Ficamos lá por um bom tempo aproveitando a praia e incrédulos com a beleza do local. Não era preciso nem fazer snorkel pra ver toda a vida marinha por ali.

Usando nosso @meudome para fazer esse efeito na foto
Usando nosso @meudome para fazer esse efeito na foto

De lá, o barqueiro nos sugeriu ir parando em inúmeros pontos do mar para mergulhar e também em várias outra prainhas sem nome e que ele considerava as mais gostosas dali. Toda vez que atracávamos em algum lugar, ele fazia questão de levar nossas coisas e preparar o cenário para nós. Também a todo tempo nos servia frutas frescas e refrescos.

Prainha deliciosa que paramos e acabamos ficando horas...
Prainha deliciosa que paramos e acabamos ficando horas...
Outra praia que paramos no meio do caminho
Outra praia que paramos no meio do caminho
Nosso barqueiro era um super fotógrafo e não media esforços pra parar em todos os cantinhos fotogênicos
Nosso barqueiro era um super fotógrafo e não media esforços pra parar em todos os cantinhos fotogênicos

Voltamos ao hotel e aproveitamos pra fazer um stand up paddle e a curtir a piscina.

SUP pela enseada do hotel
SUP pela enseada do hotel
Detalhes
Detalhes

Além do passeio pela manhã, o dia reservava mais novidades. À tarde, tivemos uma experiência super recomendada na Tailândia: uma aula de culinária! Pra quem ama a gastronomia tailandesa, esse é um super programa! No caso, nossa opção foi algo ainda mais "raiz": fomos até a Mina's Cooking Class, na casa de uma local - a Mina - que é referência na ilha.

Um carro nos levou até lá e, quando chegamos, ficamos até um pouco assustados. Era realmente no meio da comunidade, um lugar bem simples.

Em frente à casa da Mina
Em frente à casa da Mina

Mas o que tinha de simples, tinha de fofo, aconchegante, limpo e organizado. Tudo estava preparado para nossa aula, colhido da horta e do pomar da própria Mina. O peixe tinha acabado de ser pescado. Tudo fresco, orgânico, colorido e aromático.

Antes de ir, a gente tinha escolhido o menu que seria feito. São várias opções de combinações e, no caso, tínhamos optado por um menu de 5 passos.

Ingredientes a postos para nossa aula
Ingredientes a postos para nossa aula
Fazendo o passo a passo da aula
Fazendo o passo a passo da aula

Que experiência fantástica! Foi um dos momentos mais legais da viagem.

Dani concentrado...
Dani concentrado...
Realizados depois da aula!
Realizados depois da aula!

Voltamos para o hotel a tempo de degustar alguns drinks ao pôr do sol no Hilltop Bar & Eatery, que tinha sido recém inaugurado. No topo da montanha, tinha a vista panorâmica mais linda para o cartão postal da ilha.

Vista do bar do hotel
Vista do bar do hotel
Mais um fim de tarde especial da Tailândia
Mais um fim de tarde especial da Tailândia
Fechando a noite com drinks no rooftop
Fechando a noite com drinks no rooftop

Começamos o dia seguinte com uma das experiências que é a "assinatura" do 9 Hornbills: um café da manhã flutuante na piscina no nosso quarto.

Confesso que sempre vi isso em fotos e, apesar de lindo, sempre achei que fosse esquisito e desconfortável. Mas, acabei me rendendo e curti demais a experiência.

Tudo chegou tão lindo, quentinho, colorido e arrumado, compondo um cenário dos sonhos! Pra ajudar, a piscina era aquecida e ainda tinha uma escadinha onde podíamos ficar sentados normalmente. O sol ainda estava fraco e apenas esquentava nossa pele com os primeiros raios da manhã. Foi lindo!

Café da manhã na piscina
Café da manhã na piscina

Com um quarto desses, uma piscina privativa e serviço de quarto, resolvemos ficar por lá pela manhã. Ligamos uma música, depois abrimos umas cervejas, e curtimos um descanso.

Pra refrescar
Pra refrescar
Dani curtindo a piscina
Dani curtindo a piscina

O dia seguiu com um almoço no restaurante do Koyao, o Pumpui Restaurant at the Beach. Ressalto novamente o quanto a comida era boa!

Almoço no Pumpui, dentro do Koyao
Almoço no Pumpui, dentro do Koyao

Tinham ainda muitas opções de passeios a fazer por ali, mas de um modo ou de outro, tivemos a impressão de começar a ver "mais do mesmo". Se não fosse um hotel tão bacana, teríamos com certeza aproveitado o dia desbravando mais praias. Mas o ambiente ali era tão gostoso e a gente estava em um ritmo tão tranquilo, que preferimos ficar por ali mesmo.

A paz no Koyao
A paz no Koyao
Os balanços na praia, uma marca registrada da Tailândia  (look @ostrabrasil)
Os balanços na praia, uma marca registrada da Tailândia (look @ostrabrasil)

Finalizamos o dia com uma grande surpresa. Enquanto estávamos na praia, o pessoal do hotel montou para a gente um jantar romântico na nossa tenda. Ficamos boquiabertos com o cenário e logo fomos tomar um banho rápido, a tempo de ver o entardecer e a noite chegar...

Experiência romântica no 9 Hornbills
Experiência romântica no 9 Hornbills
Detalhes
Detalhes

Realmente foi uma maneira de fechar com chave de ouro nossa estada no9 Hornbills, vivendo experiências que levaremos pra sempre na memória.

Perfeito pra uma lua de mel
Perfeito pra uma lua de mel
Decoração mais linda impossível
Decoração mais linda impossível

Fomos dormir prontos para amanhecer com mais um nascer do sol de encher os olhos e partir para o próximo destino, o hotel Soneva Kiri, em Koh Kood.

Nosso roteiro completo pela Tailândia você acessa aqui.





Sobre o Autor

Fernanda e Daniel

Fernanda e Daniel: "um casal comum, com anseio de viver experiências extraordinárias". Eles dividem suas viagens no @nosdoisnomundo, onde promovem destinos especiais, seja a dois ou em família.

Veja Também